Macro fotografia em Odontologia. Se treina. Parte 8

February 26, 2017

 Para macro fotografia, em especial fotografias odontológicas, intra bucais, em que é necessário uma maior aproximação do paciente, e o fato de ser importante uma imagem o mais fiel possível, sem distorções, a lente, como já foi analisado em itens anteriores, deve ser fixa e com distância focal entre 90 a 135 mm. Embora, existem profissionais que conseguem excelentes fotografias com lentes de 60 mm de distância focal. Para se obter melhores resultados, não é adequado a lente zoom. Dentro desta faixa, a Nikon comercializa a lente macro com 105 mm, e as câmeras Canon e Sony  possuem as lentes macro de 100 mm. No caso da Nikon, a mesma lente pode ser usada tanto em câmeras APS-C como as fulframes. No caso da Canon, as lentes EF servem para os dois tipos de câmeras ( APS-C e Fulframe ) , enquanto as lentes EFS apenas para câmeras com fator de corte ( APS-C ). Como já foi analisado, para macro fotografias, principalmente fotografias odontológicas, não existem diferenças significativas o fato de ser fulframe ou APS-C. Estas lentes podem ter o VR ( ou IS na Canon), que significa  "Redutor de Vibração "ou "Estabilizador de Imagem", um detalhe muito importante para a fotografias de um modo geral. No entanto, nas macro fotografias, principalmente as odontológicas, que são feitas com flash, em uma velocidade muito rápida (125 ), o redutor de vibração não é importante. Nesta velocidade, é difícil a vibração e a foto sair tremida. No caso da Nikon, todas as lentes fixas, macro de 105 mm, já vem com o fator VR. Lentes da cânon e outras marcas podem não trazer esta função, e por isso podem ser mais baratas.

 

Please reload